domingo, 23 de maio de 2010

Acerva Paulista - Pompéia 2010


Demorou, mas segue o vídeo do encontro em Pompéia! Foi um dia muito especial. Na parte da manhã fomos recebidos pelo pessoal da MecBier. E na parte da tarde começou a festa na Othomania. Aliás e que festa! O leitão feito no rolete ficou assando mais de 24h no espeto e estava fenomenal. Isso sem falar da bebida! A festa começou ao meio-dia e seguiu pela madrugada... O Edinho e a Stela estão de parabéns como anfitriões dessa super festa! Você pode conferir um pouco dessa super festa no vídeo:




sexta-feira, 21 de maio de 2010

Stir Plate


Um dos problemas mais frequentes no homebrewing é obter uma quantidade bacana de células viáveis para se inocular no mosto. Ultimamente tenho feito o uso de um aparelhinho conhecido como stir-plate. Pra que não sabe, trata-se de um agitador magnético que traciona uma barrinha dentro de um vidro qualquer(ex. Erlenmeyer). Com isso consegue-se um melhor resultado de células propagadas por ml de starter. A cerveja melhora consideravelmente.

Algum tempo atrás eu estava com a idéia de construir uma dessas maquininhas... Mas acabei optando pelo caminho mais fácil --> Amazon.com - 80 dólares...
Mas de qualquer forma me sobrou uma pequena coleção de links que tratam a respeito do assunto. Acho que pode ser útil para quem quiser se aventurar na brincadeira. Parece ser bem fácil construir um.

Segue os links que pesquisei:
Vou postar também minha lista de "coisas a comprar" de quando estava planejando fazer um stirplate. Talvez algum possa ser útil a alguêm:
a) Computer Fan - Mercadolivre
b) Earth Magnetics - tipo de imã
1/4" dia. x 1/16
D41G-N52 - K&J
Imã-Neodimio - Mercadolivre
c) Carregador Celular - Mercado Livre
d) Potenciometro - Mercado Livre
e) Caixa externa (ex. CD CASE / caixa de charuto, etc.)
f) Parafusos pra o Computer Fan
g) Pezinho pra a caixa de CD
h) Super Bonder
i) Fita Eletrica
j) Pirex/Erlenmeyer/etc
k) Barra de mexer (Stir bar)
l) "washer"/espaçador
m) chave-interruptor ON/OFF

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Mini-palavra

Depois de algum tempo na inativa vou tentar escrever aqui com mais frequencia.



Vou usar esse post para escrever sobre algumas dicas para os que estão se iniciando agora nesse incrível hobby:


- Não é você que faz a cerveja! O fermento que faz. Não adianta ter o melhor mosto do mundo, se não tivermos o fermento apropriado, e se este não tiver sido cuidado para que desempenhe seu papel.


- Sempre faça um starter com no mínimo 1 ou 2 dias de antecedencia. Depois de algum tempo compre um StirPlate. É um investimento que realmente faz a diferença!


- Sempre cuide da temperatura de fermentação. Não existe coisa mais frustrante que uma cerveja carregada de dissabores causado por problemas de temperatura na fermentação.


- Invista em um bom chiller. Aqui digo Therminator/Shirron. Mas esses podem ficar melhor se vc. conseguir fazer um pré-chiller.


- Participe das seções de análise sensorial promovidas pelas Acervas! Nestas você pode treinar seu olfato para melhorar a percepção dos aromas de um modo bem mais rápido do que sem orientação.


- Aprenda um pouco sobre lúpulos. E sempre procure usar lúpulos frescos.


- Invista em um software para acompanhar suas receitas. Eu recomendo o beertools. Existem diversos softwares. Não faça perguntas em listas onde se consegue a versão genérica. Todos os softwares de homebrewing disponiveis são baratinhos. Chega a ser um insulto perguntar pelo genérico. Além disso contribuindo com o autor do software você ajuda no lançamento de versões futuras melhoradas.


- Se você começou agora no homebrewing não se preocupe com eficiência no momento, ou em acertar "na mosca" a cerveja pretendida. Habitue-se a fazer uma cerveja livre de problemas. E depois comece a trabalhar numa cerveja rica em qualidades. O problema é que no começo, geralmente se tem um conhecimento e uma percepção muito restrita sobre os aromas na bebida. Por isso repito, procure as Acervas, participe nestas associações. É o modo mais prazeroso e fácil de aprender.


- Participe das listas de email. É um ótimo canal para ficar antenado no que acontece no cenário de cervejas artesanais. Use a lista para tirar suas dúvidas, porém é recomendável pesquisar na lista as perguntas feitas no passado. A maioria das perguntas para iniciantes já foram respondidas em momento anterior. Mas se ainda sim ficar com dúvidas pode perguntar, pois a lista é que nem coração de mãe....


- Compareça aos eventos. As Acervas promovem regularmente encontros. Desde missas que são mini-encontros quase que semanais. Até encontros nacionais, que valem muito a pena comparecer!


É impressionante ver como o cenário nacional de cerveja tem se desenvolvido. E isso sem dúvida não teria sido possível sem o trabalho de muitos que ao longo do processo contribuíram para esta evolução. Se trata de um hobby tão prazeroso e uma comunidade tão bacana, que tenho certeza que se você ainda não faz parte desta, assim que fizer constatará que vale muito apena.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

-.- Tanto tempo... Viagem USA e afins

Faz tempo que não escrevo no blog, tanta coisa acontecendo... Falta de tempo? Não - falta de tempo não é desculpa. Talvez um pouco de falta de paciência de ficar em frente ao computador ultimamente. Passado essa fase de impaciência aqui vamos nós pra outro post após tanto tempo.


No mês de setembro fiz uma viagem de 20 dias nos EUA, visitei diversas micro-cervejarias. Estive em Ilinois e Winsconsin. Ambos os lugares são um prato cheio pra qualquer amante de cerveja. Antes de ir, mandei diversos emails pelas listas, e recebi muitas dicas dos colegas. Gostaria de agradecer a todos que contribuiram com tais dicas.


Não tenho intenção de fazer um relatório detalhado da viagem, pretendo compartilhar alguns fatos que me marcaram e que venha a ser útil pra os colegas amantes de cerveja quando quiserem viajar por essas bandas. Então vamos lá:


Chicago é uma cidade incrível pra começar. Os prédios são de deixar de boca aberta, é uma baita cidade. Pra quem não sabe, é a cidade onde foi filmado o último Batman. Portanto de certa forma pode-se brincar que Chicago é Gothan City - principalmente as ruas subterrâneas da cidade, aquilo é assustador, a imaginação dá pra ir longe. Argumentos pra você por Chicago no seu destino é o que não vai faltar. Na realidade, um dos fatores que contribuiu pafaz Chicago tão bonita e moderna com seus arranha-céus, seria um incêndio no passado que destruiu quase a cidade inteira. Portanto eles tiveram que reconstruir do zero, e cá entre nós, fizeram um lindo trabalho.


Fui em vários bares de Chicago, porém os lugares que mais gostei pra tomar cerveja foram: The Hop Leaf, e o The Map Room, e os pubs Goose Island. O The Map Room é super legal, tem cerveja que não acaba mais. O staff é treinado e manja bastante de cerveja. Foi onde eu tive pela primeira vez a oportunidade de tomar um clássico exemplar de uma American Brown Ale. Lembro também que logo na entrada tinha uma bandeira do Brasil. O lugar é fantástico, o único downside do lugar é que não têm comida. Porém se você estiver com fome, eles prontamente lhe fornecem uma pasta cheia de panfleto de restaurantes que entregam. Aí é só você escolher, e eles mesmo telefonam e pedem pra você.


Já o The Hop Leaf, também têm cervejas, apesar de também ter muita cerveja artesanal feita nos EUA, eles também tem bastante das importadas. Lembro que lá eles tinham chop Maudite (yes! da Unibroue) por coisa de 6 dólares. Na verdade era cerveja que não acabava mais. E o preço? Putz, o preço nos bares/pubs nos EUA , é uma pechincha perto dos preços no Brasil, mesmo pagando-se em dólar (no momento a R$1.80). Aquilo é Disneylandia para nós apreciadores de cerveja. Dificilmente uma cerveja boa passa dos 7 dólares. As mais caras que vi, foram algumas autenticas trapistas por coisa de 10 dólares.


Os pubs Goose Island, pertencem ao Siebel, pra quem não sabe o Siebel é um instituto de formação técnica de Mestres Cervejeiros. Neles existem uma variedade bacana de cervejas, a comida é boa e a ambientação super bacana. Vale muito apena a visita.


Poderia ficar horas falando de Chicago, porém como disse anteriormente o objetivo não é o relatório detalhado, então vamos falar de New Glarus. Se trata de uma cidadezinha no Wisconsin que fica praticamente na divisa com Ilinois, se a memória não falha, umas 3 horas de viagem de Chicago. É como se fosse "a Campos do Jordão" da região. É uma cidade de origem austríaca, as pessoas são extremamente simpáticas, uma simpatia su-real até... Têm vários restaurantes com comida típica, as garçonetes em alguns lugares se vestem com trajes típicos. Mas o melhor de tudo, lá eles têm uma super cervejaria: New Glarus Brewery. Vale muito apena conhecer. Apesar deles não terem tours guiados, você pode ficar a vontade passeando por quase toda a fábrica. É bem bacana ver o nível de automação dos caras. A cerveja também é de ótima qualidade. Uma delas é a Spotted Cow! Muito bacana.


Vou falar um pouco de Milwaukee agora, imagine uma cidade repleta de cervejarias! Imaginou? Então, essa cidade é Milwaukee, não digo que chega a ser uma a cada esquina, mas é quase isso. Têm cervejaria a rodo. Principalmente brew-pub. Que consiste no estabelecimento que produz com o objetivo de vender no próprio bar/restaurante. Não vou falar muito dos lugares lá, pois senti que depois de um tempo, todas as visitas a cervejarias começam a ficar meio que iguais - exceto pelas cervejas.


O que é bacana é que nessa região dos EUA, tudo quanto cidadezinha mais populosa, vai ter alguma cerveja bacana. Durante a viagem tive a chance de passar em diversas cidadezinhas pequenas onde consegui tomar cerveja artesanal feita na própria cidade - a maioria, brewpubs.

Seguem algumas fotos: