domingo, 21 de junho de 2009

19,20 - Perdida, Dubela e afins

Lote 19 - ficou bacana, muito bacana, cerveja feita com cravo, pimenta preta, etc! O lote 20 foi a mesma receita um pouco modificada, levou semente de coentro e fermento diferente.

Esses lotes tiveram uma novidade: Barril pra envase(também conhecido como Keg System, Post Mix ou Cornelius)

Olha só o envase sendo feito... quanta facilidade:



Uma das tarefas mais chatas do homebrewing é engarrafar... gasta-se umas três horas... têm que limpar e depois higienizar todas as garrafas, fazer o priming, misturá-lo, encher garrafa por garrafa, por tampinha, e esperar algumas vezes até 2 semanas pra carbonatar legal. Exige muito trabalho e paciência! Felizmente com um keg tudo se torna mais fácil e prático.

Usando o keg, o único trabalho que se têm é limpá-lo: água quente com sabão de lava-louças e na sequencia um ácido peracéptico. Tempo gasto: 30 minutos "esperando os produtos" agirem. Depois, é só sifonar do fermentador pra o keg, soma-se mais 10 minutos. E pronto!

Uma das coisas mais legais é que se você quiser carbonatar, da pra carbonatar artificialmente em menos de 5 minutos. Já dando pra avaliar se a cerva ficou legal.

Seguem alguns links sobre como carbonatar artificialmente que foram úteis:
Force Carbonation & Carb Table
Keg King - How to Force Carbonate

Perdida!





14 comentários:

Rodrigo Brasil disse...

Fala Fulvio..

kra, realmente essa de cravo ficou muito boa, é a que você levou no encontro né?

Realmente engarrafar é uma tarefa árdua, ainda mais eu que tenho um maquina de tempinhas q a regulagem de altura é super dificil..

Mas no fim o importante é tomar a danada. =)

CroniX disse...

Sim é a própria que eu levei no encontro (Perdida)!! Rsrs... A Dubela, tá aqui, vou levar no próx. encontro aberto. Porém a Dubela eu estou achando um pouco cítrica alaranjada. Usei o tipo de laranja errada nela(usei a que tinha em casa)... Não curti... - O certo é laranja pera... pois é mais azeda.

Abraços Brother,
Até o próx. encontro.

Edmilson disse...

Cronix. Tudo bem? Cada dia que leio seu blog, percebo que vc. está cada vez mais se modernisando. Parabéns.
Gostei muito do seu barril para envase. Vc. poderia me informar onde compra-lo e qual o custo do mesmo?
Agradeço a atenção dispensada.
Edmilson
Mogi das Cruzes-SP

CroniX disse...

Edmilson,

Eu fiz a importação... achei que ia sair mais ou menos a mesma coisa que comprando aqui. Mais pelo manômetro e pelo cilindro de CO2 que são bem caros...
Eu pedi na www.morebeer.com

Abcs!

Crystiano disse...

Cronix. Tudo belezinha ?
Muito bacana o seu blog, estou montando um também para postar as minhas levas e depois te passo. Troca de experiências é sensacional para evoluirmos no hobby. Seguinte to com umas dúvidas, se puder me ajudar ?
Eu utilizo uma bazooka igual a sua, a extremidade da sua fica boiando também quando estamos mexendo na panela, se sim fez algo para resolver ? Perdi uma leva fazendo uma cerveja de trigo, virou um meleiro só e não filtrava nem a pau. Talvez tenha errado na moagem ou na brassagem, já fez alguma de trigo ?

Abraços,
Crystiano

CroniX disse...

Opa Crystiano!

- Eu usei uma manta "mais pesada" têm umas mais leves, talvez possa ser o seu caso. A minha ela é meio torta pra um dos lados, aí parafuso de modo que o lado pra qual ela é torta fique apontando mais pra lateral. A extremidade bóia um pouco sim, mas não atrapalha na lavagem. Você pode por uma porca com um parafuso na outra extremidade... desse modo a bazooka pararia de boiar.

- Essa leva de trigo acredito que você deva ter moído muito fino, usou quanto de trigo pra quanto de cevada? A água da lavagem deve ser algo em torno de 72 graus, sem passar dos 74 graus pra nao extrair tanino...Já tive algumas experiências bem frustrantes com moagem fina... O ideal é moer de modo que você "somente quebre" o grão, sem na verdade ter feito uma farinha/pó dele...

Abcs! e qlq coisa estamos aí!

Crystiano disse...

Utilizei 30% de trigo e 70% de pilsen. Ficou bem fino o trigo mesmo quase uma farinha, moí com o mesmo ajuste dos outros maltes, quanto a temperatura elevei até 78 graus pra fazer a lavagem. Na minha outra leva (uma Pale Ale) fiz isso e não deu problemas, mas essa ficou com um gosto horrível.
Você tem alguma foto da moagem correta dos grãos ? To sofrendo um pouco com esse ajuste no meu moinho de rolos.
Obrigado pelas respostas.

Abraços,
Crystiano

CroniX disse...

Crystiano, já que você perguntou, dá uma olhada no último post do blog que postei uma foto.

Então, você têm como descrever esse gosto "horrível"... Abcs

Crystiano disse...

É um amargor diferente e adstringente. Não é muito bom como o amargor do lúpulo. Eu usei 10gr do lúpulo Perle a 60 minutos e mais 10gr a 10 minutos do final da fervura.

CroniX disse...

Então...

Isso que você descreve é tanino. Durante a brassagem ou durante a lavagem vc deixou a água passar de 76/78 graus, por conta disso extraiu TANINO. Próxima vez não passe de 74 graus... Faz a lavagem a 72 pra ter maior margem de segurança.

E não se esqueça...
Caso vc use um fogão pra manter a temperatura na brassagem, sempre mexa o caldeirão enquanto a chama estiver acesa.

Abcs

Crystiano disse...

Obrigado com as dúvidas e pela foto. Faço a lavagem a 72 graus para todas as levas ? Ou somente nas que levam trigo, aveia e etc.

Abraços

CroniX disse...

Todas.

MAXIMUNRIZO disse...

Parabens Cronix pelo blog, sempre acompanho.
Vi algo que gostei, uma foi o tanque novo, e outra foi aqui nos comentarios, tive um problema com uma leva, que foi amargor excessivo apesar de pouco lupulo, graças a seu blog agora sei o que aconteceu, eu realmente nao cuidei muito da brasagem e acho que em alguns momentos pode ter passado da temperatura.
MAs gora minhas duvidas:

Este tanque voce so passa a cerva depois de fermentada, ou seja pronta, como se fosse engarrafar, ou fermente ai mesmo?

Para carbonatar voce faz o priming dentro do tanque ou fez artificial?

Um abraço

Maximunrizo

CroniX disse...

Salve Max!!
Fico contente de você conseguir ter descoberto o que ocorreu com sua leva pelo blog.

Esse tanque é pra depois de pronta a cerveja. Dá pra deixar maturando nele tbm... Mas o lance dele é não precisar engarrafar mesmo.

Com ele nem faço priming, é melhor fazer artificial que você têm mais controle da quantidade de CO2 dissolvida.

Pra fazer artificial é muito fácil e prático.

Abcs!